A plataforma E-BUS RADAR promove e monitora frotas de ônibus elétricos no transporte público das cidades latino-americanas. Os objetivos da plataforma são: (1) monitorar e georreferenciar as frotas de ônibus elétricos em operação; (2) promover a transparência de dados; e (3) quantificar as emissões de CO2 evitadas graças à operação desses veículos. 

Os dados do E-BUS RADAR são referentes aos sistemas em funcionamento em abril de 2020 nas cidades latino-americanas que já contavam ônibus elétricos em sua frota urbana. À medida que as frotas ônibus zero emissões da região forem crescendo, a plataforma será atualizada e novas cidades serão adicionadas. O E-BUS RADAR é uma plataforma colaborativa; se você reparar alguma informação faltando ou algum equívoco, ou mesmo para tirar qualquer outra dúvida, por favor não hesite em nos contactar em contato@ebusradar.org.  

Para informações detalhadas sobre o metodologia de cálculo de emissões de CO2 evitadas pelos ônibus elétricos em operação (desenvolvida pelo IEMA em parceria com o ICCT), vejam esse documento

Por que ônibus zero emissões?

As emissões do setor de transportes geram mais de 1 trilhão de dólares em danos à saúde por ano. O crescimento desse setor também contribui para o aumento das emissões de gases de efeito estufa associado à elevação do nível do mar, aumentos de temperaturas, incêndios e outros impactos nas mudanças climáticas.

As frotas de ônibus urbanos são o meio principal de mobilidade urbana para centenas de milhões de cidadãos na América Latina; porém, essas frotas ainda são movidas a diesel, uma tecnologia obsoleta e altamente poluente. Para enfrentar o duplo desafio imposto à qualidade do ar e ao clima pelos motores a diesel, as cidades devem fazer uma transição energética e tecnológica.

Ônibus elétricos são uma excelente solução para a promoção de áreas urbanas mais limpas e saudáveis, ao mesmo tempo que apoiam os governos locais e nacionais a atingirem as suas metas climáticas. Neste contexto, a ampliação da frota de ônibus elétricos nas cidades latino-americanas é chave para o futuro local e do planeta.

Quem somos?

Ideia e Desenvolvimento:

LABMOB: O Laboratório de Mobilidade Sustentável, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), desenvolve soluções inovadoras focadas em tecnologias sustentáveis, logística urbana, mobilidade corporativa e micromobilidade. LABMOB fornece uma colaboração frutífera entre academia, setor privado e sociedade civil.

Parceria:

ZEBRA: Financiada e facilitada pela P4G, liderada pela C40 e pelo ICCT, com o apoio do Centro Mario Molina Chile e do WRI, a parceria Zero Emission Bus Rapid-deployment Accelerator visa acelerar a implementação de ônibus zero emissões na América Latina.

C40: A C40 Cities conecta 96 das principais cidades do mundo comprometidas em promover ações climáticas arrojadas para criar um futuro mais saudável e sustentável para todos. Os prefeitos das cidades do C40 estão engajados em cumprir as metas mais ambiciosas do Acordo de Paris em nível local, bem como em limpar o ar que respiramos.

ICCT: O Conselho Internacional de Transportes Limpos é uma organização fundada para fornecer aos governos e reguladores ambientais pesquisas e análises técnicas imparciais, cuja missão é melhorar o desempenho ambiental e a eficiência energética do transporte rodoviário, marítimo e aéreo para beneficiar a saúde pública e mitigar as mudanças climáticas.

P4G: P4G é uma iniciativa global que através de uma lógica de capital de risco, investe em parcerias público-privadas concretas com o potencial de oferecer soluções de mercado em velocidade e escala para um crescimento econômico sustentável.

Colaboração:

IEMA: O Instituto de Energia e Meio Ambiente é uma organização sem fins lucrativos brasileira dedicada a qualificar os processos decisórios para que os sistemas de transporte e de energia no Brasil assegurem o uso sustentável de recursos naturais com desenvolvimento social e econômico.

Apoio:

iCS: O Instituto de Clima e Sociedade é uma organização filantrópica que promove prosperidade, justiça e desenvolvimento de baixo carbono no Brasil.

Se você reparar alguma informação faltando ou algum equívoco, se quiser colaborar conosco, ou para qualquer outra dúvida, por favor não hesite em nos contactar em contato@ebusradar.org.

Total de ônibus elétricos

dos ônibus das cidades na plataforma ()

dos ônibus das cidades do país na plataforma ()

do total de ônibus da cidade ()

Total de ônibus da cidade não disponível

Emissões de CO2 evitadas por ano

Emissões de CO2 evitadas não disponíveis

  • Argentina

    • Buenos Aires
    • Córdoba
    • Mendoza
    • Rosario
  • Brasil

    • Bauru
    • Brasilia
    • Campinas
    • Maringá
    • Santos
    • São Paulo
    • Volta Redonda
  • Chile

    • La Reina
    • Las Condes
    • Santiago
    • Valparaíso
  • Colômbia

    • Bogotá
    • Cali
    • Medellín
  • Equador

    • Guayaquil
    • Quito
  • México

    • Cidade do México
    • Guadalajara
  • Panamá

    • Cidade do Panamá
  • Paraguai

    • Asunción
  • Peru

    • Arequipa
    • Lima
  • Uruguai

    • Canelones

A plataforma E-BUS RADAR promove e monitora frotas de ônibus elétricos no transporte público das cidades latino-americanas. Os objetivos da plataforma são: (1) monitorar e georreferenciar as frotas de ônibus elétricos em operação; (2) promover a transparência de dados; e (3) quantificar as emissões de CO2 evitadas graças à operação desses veículos. 

Os dados do E-BUS RADAR são referentes aos sistemas em funcionamento em abril de 2020 nas cidades latino-americanas que já contavam ônibus elétricos em sua frota urbana. À medida que as frotas ônibus zero emissões da região forem crescendo, a plataforma será atualizada e novas cidades serão adicionadas. O E-BUS RADAR é uma plataforma colaborativa; se você reparar alguma informação faltando ou algum equívoco, ou mesmo para tirar qualquer outra dúvida, por favor não hesite em nos contactar em contato@ebusradar.org.  

Para informações detalhadas sobre o metodologia de cálculo de emissões de CO2 evitadas pelos ônibus elétricos em operação (desenvolvida pelo IEMA em parceria com o ICCT), vejam esse documento

Por que ônibus zero emissões?

As emissões do setor de transportes geram mais de 1 trilhão de dólares em danos à saúde por ano. O crescimento desse setor também contribui para o aumento das emissões de gases de efeito estufa associado à elevação do nível do mar, aumentos de temperaturas, incêndios e outros impactos nas mudanças climáticas.

As frotas de ônibus urbanos são o meio principal de mobilidade urbana para centenas de milhões de cidadãos na América Latina; porém, essas frotas ainda são movidas a diesel, uma tecnologia obsoleta e altamente poluente. Para enfrentar o duplo desafio imposto à qualidade do ar e ao clima pelos motores a diesel, as cidades devem fazer uma transição energética e tecnológica.

Ônibus elétricos são uma excelente solução para a promoção de áreas urbanas mais limpas e saudáveis, ao mesmo tempo que apoiam os governos locais e nacionais a atingirem as suas metas climáticas. Neste contexto, a ampliação da frota de ônibus elétricos nas cidades latino-americanas é chave para o futuro local e do planeta.

Quem somos?

Ideia e Desenvolvimento:

LABMOB: O Laboratório de Mobilidade Sustentável, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), desenvolve soluções inovadoras focadas em tecnologias sustentáveis, logística urbana, mobilidade corporativa e micromobilidade. LABMOB fornece uma colaboração frutífera entre academia, setor privado e sociedade civil.

Parceria:

ZEBRA: Financiada e facilitada pela P4G, liderada pela C40 e pelo ICCT, com o apoio do Centro Mario Molina Chile e do WRI, a parceria Zero Emission Bus Rapid-deployment Accelerator visa acelerar a implementação de ônibus zero emissões na América Latina.

C40: A C40 Cities conecta 96 das principais cidades do mundo comprometidas em promover ações climáticas arrojadas para criar um futuro mais saudável e sustentável para todos. Os prefeitos das cidades do C40 estão engajados em cumprir as metas mais ambiciosas do Acordo de Paris em nível local, bem como em limpar o ar que respiramos.

ICCT: O Conselho Internacional de Transportes Limpos é uma organização fundada para fornecer aos governos e reguladores ambientais pesquisas e análises técnicas imparciais, cuja missão é melhorar o desempenho ambiental e a eficiência energética do transporte rodoviário, marítimo e aéreo para beneficiar a saúde pública e mitigar as mudanças climáticas.

P4G: P4G é uma iniciativa global que através de uma lógica de capital de risco, investe em parcerias público-privadas concretas com o potencial de oferecer soluções de mercado em velocidade e escala para um crescimento econômico sustentável.

Colaboração:

IEMA: O Instituto de Energia e Meio Ambiente é uma organização sem fins lucrativos brasileira dedicada a qualificar os processos decisórios para que os sistemas de transporte e de energia no Brasil assegurem o uso sustentável de recursos naturais com desenvolvimento social e econômico.

Apoio:

iCS: O Instituto de Clima e Sociedade é uma organização filantrópica que promove prosperidade, justiça e desenvolvimento de baixo carbono no Brasil.

Se você reparar alguma informação faltando ou algum equívoco, se quiser colaborar conosco, ou para qualquer outra dúvida, por favor não hesite em nos contactar em contato@ebusradar.org.